Máquinas chegam em Boituva para manutenção das estradas rurais

A Prefeitura de Boituva, por meio da Secretaria de Obras e Serviços, está trabalhando de forma intensiva na recuperação e manutenção das estradas rurais do município, em virtude dos estragos causados com as chuvas do início do mês, e na última segunda. Novas máquinas chegaram para dar reforço ao trabalho.

Nesta terça-feira (25) às máquinas estão trabalhando no Jardim Santa Adélia, na rua Leopoldo Jorge Pereira. Na próxima quinta-feira (27), com a chegada da segunda equipe, os trabalhos serão iniciados no bairro Água Branca.

As máquinas estão recuperando as áreas mais afetadas visando facilitar o acesso da população. O chefe do executivo e o secretário de obras acompanham de perto toda a operação.

Situação de emergência

No último dia 13, o prefeito do município assinou decreto de situação de emergência, por conta dos problemas nas estradas rurais do município, que se agravaram em decorrência das chuvas dos últimos dias 09 e 10 de fevereiro.

A máquina motoniveladora que é o equipamento mais adequado para esse tipo de obra, começou a executar os serviços nas estradas rurais na última segunda-feira (17), seguindo um cronograma de prioridades, que inclui a rota de ônibus escolares.

Na terça-feira (18) os trabalhos foram concentrados na via conhecida como “Estrada do Natan”, no bairro Água Branca.
No Recanto Maravilha II, os trabalhos foram iniciados na quinta-feira (20). O bairro do Retiro também será atendido dentro do cronograma.

Em 2019 a Prefeitura encaminhou à Câmara Municipal proposta de financiamento de máquinas pesadas para este fim, no valor de aproximadamente R$ 2 milhões, mas a presidência da Casa não colocou a matéria em votação em tempo hábil para atender à demanda do período de chuvas no início do ano. A Prefeitura ressalta que não haveria problemas nas estradas rurais se houvesse maquinário próprio.

A Prefeitura informa ainda que a população pode entrar em contato com a Secretaria de Obras e Serviços para apresentar as demandas das áreas em que residem.